Colecionáveis

Em fotos de Carla Ramos, adiantamos como será o Capitão Haddock, novo item da série Figuras de Tintin: A Coleção Oficial

ffdfdfdcopy
Escrito por PH
E-Books Mais Vendidos

ffdfdfdcopyCirculando quinzenalmente no Brasil, em determinadas localidades, a série Figuras de Tintin: A Coleção Oficial, da Planeta DeAgostini e Altaya, terá mais um novo item, disponível também por assinatura.

Desta vez, um pensativo Capitão Haddock é tirado diretamente das páginas de O Caranguejo das Tenazes de Ouro e materializado numa figurine de 12 cm de altura.

O colecionável vem acompanhado por um pequeno livro cartonado, em formato de 17 x 19 cm, com 16 páginas em cores, contando a história do personagem e apresentando o passo a passo de sua confecção. Descubra, por exemplo, o motivo do dedo de Haddock estar ligado ao boneco, pela sua boca.

Os objetos reproduzem fielmente a arte única do pai de Tintin, fruto de uma reconstrução minuciosa que levou em conta o desenho original, realizada pelos escultores dos estúdios de Moulinsart. O material escolhido para fabricar as figuras foi a Poliresina, ou Resina de Poliéster, que oferece uma grande precisão e um melhor acabamento visual.

Esta peça sairá a R$ 34,90. O próximo será o Professor Girassol, vendido a R$ 52,90, preço dos restante dos demais colecionáveis, num total de 29 colecionáveis.

Em belíssimas fotos de Carla Ramos e numa cortesia de www.bandasdesenhadas.com, mostramos os detalhes deste lançamento que homenageia o melhor amigo de Tintin.

Chegado num bom whisky Loch Lomond, o ébrio Capitão Haddock é um dos personagens principais do universo Linha Clara, criado por Hergé.

A versão brasileira do Indeciso Haddock não inclui o passaporte que veio no produto comercializado em Portugal.

Por PH.

Imagens: Planeta DeAgostini / Altaya / Éditions Moulinsart / Carla Ramos / www.bandasdesenhadas.com

img_7435

img_7443

img_7448

img_7447

ffdfdfdcopy

Sobre o Autor

PH

É ex-locutor do TOP TV da Record e radialista. Também produz a série Caçador de Coleções e coleciona HQs europeias, nacionais e quadrinhos underground

Deixe seu comentário