Quadrinhos

Edição para colecionadores do segundo volume de O Mistério da Grande Pirâmide sai em abril

sfsfdsf
Escrito por PH
E-Books Mais Vendidos

dfdfdfaE a segunda parte de O Mistério da Grande Pirâmide, história da série Blake e Mortimer lançada em dois álbuns, entre 1954 e 1955, estará de volta numa edição arrebatadora que sairá em 27 de abril nas livrarias francófonas. Pra começar, a capa é bem diferente das anteriores, mostrando Mortimer, ao lado de seu fiel criado, Ahmed Nasir.

Esta coleção de luxo é destinada a colecionadores, trazendo as páginas da franquia que foram publicadas no Jornal Tintin. Em capa dura e apresentando impressão de luxo, possui lombada vermelha em tecido e preço de 19,95 €.

Nesta BD, tudo começa no volume 1, no Egito, quando Mortimer consegue decifrar um papiro que revela a existência de um tesouro faraônico, escondido na Câmara de Hórus, sala da Grande Pirâmide de Keops. Assim que seu amigo Blake, agente secreto do Serviço Secreto Inglês, tenta chegar lá, é supostamente assassinado no aeroporto de Atenas. Olrik parece ter ganho a primeira batalha nesta aventura. Enfurecido, Mortimer vingará seu amigo e parte sozinho em seu desafio. Ele começa a investigação, mas as pistas são escassas. Sheikh Abdel Razek, um velho homem com poderes misteriosos, adverte Mortimer em relação à comitiva do Dr. Grossgrabenstein, um rico adepto de Egiptologia que realizou escavações não muito distantes da Grande Pirâmide.

Sharkey, secretamente capanga de Olrik e chefe dos trabalhadores da escavação contratados pelo médico, é de uma brutalidade à flor da pele. Por duas vezes, Mortimer intervém em favor de Abdel Razek, constantemente repreendido por Sharkey, atraindo a simpatia do ancião. E as repetidas advertências de Abdel estão despertando cada vez mais a curiosidade de Mortimer.

Estranhos eventos ocorrem nas escavações e alguns parecem ser de origem sobrenatural. Em certos momentos, Mortimer tem a impressão de estar perdendo o rumo neste caso que o levará até as profundezas da Grande Pirâmide, e onde as coisas nem sempre são o que parecem. E quando finalmente está perto da verdade, surge o enviado de Aton. A Câmara de Horus pode tornar o túmulo definitivo de Mortimer. Será?

Para quem não sabe, Blake e Mortimer são personagens de estilo Linha Clara, criados por um ex-assistente de Hergé,  o belga Edgar P. Jacobs. Apareceram pela primeira vez 1946, na história O Segredo do Espadão. No Brasil, contaram apenas com publicação em capítulos de O Caso do Colar na revista Tintin, em 1968, e seguem como ilustres desconhecidos.

Por PH.

mat

Sobre o Autor

PH

É ex-locutor do TOP TV da Record e radialista. Também produz a série Caçador de Coleções e coleciona HQs europeias, nacionais e quadrinhos underground

Deixe seu comentário