Quadrinhos

“The Red Monkey, em John Wesley Harding” é uma fantástica HQ de Joe Daily, autor de Dungeon Quest e Scrublands

fgfgfgggf
Escrito por PH
E-Books Mais Vendidos

fgfgfgggfUma das HQs que li nos últimos, The Red Monkey dans John Wesley Harding, comprada em Paris no ano de 2015, tem sua origem bem distante deste país, originalmente publicada em inglês pela Fantagraphics Books. A diferença as duas edições, francesa e americana está na história The Leaking Cello Case, que não tem na versão “gaulesa”.  A HQ anglo-saxônica, inclusive, se chama The Red Monkey: Double Hapiness book – Two Stories by Joe Daily. De qualquer forma, esse quadrinho de Joe Daily, do qual só possuo a metade, merece aparecer de novo no site. Pelo menos, a resenha de sua primeira parte está sendo postada de novo para os que ainda não conhecem este trabalho magnífico.Aproveito a ocasião para atualizar o texto e incluir novas fotos do álbum.

The Red Monkey dans John Wesley Harding possui a marca da editora L’Association. A história deste quadrinho de Joe Daly se passa em Cape Town, na África do Sul, e sua trama é toda desenhada em estilo Linha Clara moderno. Cheira a Tintin! Trata-se de uma aventura policial que parece estar fora de sua época, trazendo muita teoria da conspiração, ficção científica e envolvendo um escândalo político e ecológico que vem à tona.

Apesar de lembrar Hergé na questão de visual, uma das características desta graphic novel é a de dar feições toscas aos personagens, o que lhes conferem um aspecto ligeiramente engraçado.

Na trama de The Red Monkey dans John Wesley Harding, os amigos Dave e Paul perseguem uma capivara fugitiva de um refúgio para bichos em que Dave trabalha, o Santuário para Animais do Marais de Nahoya! A capivara tem o nome de um disco de Bob Dylan, o oitavo de sua carreira, lançado em 27 de Dezembro de 1967. Por curiosidade, John Wesley Harding foi também o nome de um bandido do Faroeste perseguido durante toda a vida pela justiça e por caçadores de recompensas. Acabou preso e sentenciado a 25 anos de prisão em 1877, por supostamente ter matado 42 pessoas. Foi libertado em 1894, depois de estudar leis e escrever sua própria biografia.

The-Red-Monkey-dnas-John-Wesley-Harding-768x1024

E voltando à HQ, um dos protagonistas da história, Dave, tem pés que lembram os de macacos e está em vias de superar um complexo que sempre teve em relação à anomalia. Para se livrar do medo de exibir os pés em público, passou a usar sandálias do tipo Swampmaster Pro, uma dos melhores modelos do gênero, deixando sua particularidade genética à mostra. Na busca pelo animal perdido, a dupla vai parar num pântano, onde o perdem de vista. Apesar de serem frustrados em sua procura, acabam por descobrir fenômenos estranhos na área, chegando a se deparar com seres de olhos luminosos que lembram extraterrestres. A bordo de um clássico conversível vermelho, partem então para enfrentar o improvável, sem que o leitor imagine as bizarrices que estão por vir, numa trama cheia de elementos fantásticos. E tudo tem a ver com um suspeito empreendimento imobiliário que está para ser construído em Nahoya, reserva natural protegida e área pantanosa em que nossos amigos viram a capivara pela última vez.

Redddddddd

O volume de The Red Monkey dans John Wesley Harding que conferi tem capa amarela reforçada em brochura, formato de 20,7 x 27,7 cm e aproximadamente 80 páginas em papel de grossa gramatura.

E este inglês, morador da África do Sul, também tem outras obras no currículo, como: Dungeon Quest e Scrublands.

Por PH.

Imagens : © L’ASSOCIATION / Joe Daly.

20604327_696819800506690_7358713425012473977_n

20621249_696820373839966_1503309618485047771_n

20150722_121247-1024x576

20604526_696821110506559_9185449916361135713_n

Sobre o Autor

PH

É ex-locutor do TOP TV da Record e radialista. Também produz a série Caçador de Coleções e coleciona HQs europeias, nacionais e quadrinhos underground

Deixe seu comentário