Quadrinhos

“O que Aconteceu com o Mundo de Amanhã?”, de Brian Fies, está entre os quadrinhos que marcaram o Tujaviu

Untitled-7
Escrito por PH
E-Books Mais Vendidos

Untitled-7Entre todas as HQs estrangeiras que passaram por nossas mãos, nos últimos anos, certamente não há páreo para Whatever Happened to the World of Tomorrow? (O que Aconteceu com o Mundo de Amanhã?), de Brian Fies. Este quadrinho saiu, no ano de 2009, num luxuoso volume em capa dura de 208 páginas coloridas. A edição que conferimos inicialmente foi a de capa mole, lançada em agosto de 2012. As duas tem a marca da Editora Abrams ComicArts, de Nova York.

Para quem não conhece, esta é uma graphic novel de estilo retrô que abusa de cores chapadas e pouquíssimo sombreamento. Ela conta a história do jovem garoto Buddy e de sua relação com o pai. O enredo desta HQ vai desde a Feira Mundial de Nova York, de 1939, até o lançamento da última Missão Apollo, da NASA, em 1975. Todo esse período é visto sob o olhar de alguém que, desde muito pequeno, cresceu em meio a um mundo povoado por motores, foguetes, eletricidade, curiosas invenções, bombas atômicas e avançadas promessas para os anos futuros.

O quadrinho é cheio de referências históricas e fotos de época que se misturam à narrativa. No final da HQ, existem pinturas espaciais feitas pelo vanguardista e conceituado artista Chesley Bonestell. Além disso, há a participação, no enredo, do personagem conhecido como Comandante Cap Crater e de seu fiel ajudante. Eles são os heróis preferidos de Buddy e aparecem nos gibis imaginários que vem encartados à publicação. Os dois tem as fisionomias do menino e de seu pai. Encarnando o estilo dos tradicionais quadrinhos americanos de super-heróis, essas revistas resumem o que acontece na sociedade americana, à medida que ela evolui tecnologicamente.

Whatever Happened to the World of Tomorrow? tem o mérito de ir fundo na noção espetaculosa que as pessoas do passado tinham sobre o futuro da humanidade, visão que se opõe completamente à realidade atual. A verdade é que a vida em nosso presente é bem menos cheia dos prédios gigantescos, robôs, automóveis futuristas, roupas extravagantes e viagens estelares que vemos nesta HQ. A revolução digital acabou sendo muito mais discreta e silenciosa do que se podia imaginar no passado. Tudo isto nos faz refletir sobre o que se tornará realidade, de fato, nos filmes e seriados de ficção científica que costumamos ver no cinema e TV.

Em relação ao autor, Brian Fies é um escritor e ilustrador, cuja primeira graphic novel, Mom’s Cancer, recebeu o Eisner Award de melhor quadrinho digital, tornando-se a obra que inaugurou a categoria. Depois de circular pela internet, Mom’s Cancer também ganhou um bem cuidado exemplar cartonado.

Confira abaixo as capas da antiga e nova edição, além de uma prancha dessa incrível graphic novel.

Por PH.

 

ghghghgh - Copia
Untitled-3 - Copia
abaddfc0ed467261a728572372786233._SX1280_QL80_TTD_

Sobre o Autor

PH

É ex-locutor do TOP TV da Record e radialista. Também produz a série Caçador de Coleções e coleciona HQs europeias, nacionais e quadrinhos underground

Deixe seu comentário