Quadrinhos

Saiba tudo sobre “Mickey: As Mais Loucas Aventuras”, o álbum Disney que desembarca em março com sotaque francês

MICKEYSCRAZIESTADVENTURES_cv
Escrito por PH
E-Books Mais Vendidos

MICKEYSCRAZIESTADVENTURES_cvBD Publicada originalmente pela Glénat em 2016, Mickey: As Mais Loucas Aventuras chega na segunda quinzena de março pela Abril, com aproximadamente 48 páginas. É mais um daqueles improváveis lançamentos em quadrinhos que dão as caras no Brasil. E desembarca em capa dura!

Apesar de ter o nome de um consagrado personagem americano da Disney na capa da HQ, sua origem está na França.

Trata-se de um projeto da Glénat em que desenhistas franco-belgas criam suas próprias histórias Disney. Cosey, premiado em Angoulême pela sua obra e idealizador de Jonathan, é um dos nomes que fazem parte dessa empreitada editorial. É algo como as nossas Graphic MSP!

E existe uma pegadinha embutida nesse trabalho! Tudo foi feito para dar a ideia de que se trata de material antigo de Mickey, dos anos 1960, achado por acaso por Trondheim (O Spirou de: Pânico no Atlântico) e Keramidas. Eles seriam então os caras responsáveis por reunir tudo e publicar em álbum, mesmo com supostas pranchas faltando. Para completar as sequências desaparecidas, o leitor seria obrigado a usar a imaginação. O truque incluiu pranchas envelhecidas e funcionou tão bem que alguns jornalistas chegaram a pensar que eles teriam realizado apenas a capa dessa BD. Na verdade, Trondheim fez o roteiro e esboços, enquanto Keramidas finalizou a arte. Os dois já haviam trabalhado na saga de Donjon.

De qualquer maneira, a dupla de artistas nos brinda com uma leitura divertida, cheia de gags e que se confere rapidamente, na qual o humor e a aventura estão presentes na medida certa.

capa

ghhgh

Segundo o editor europeu, tudo começa quando o cofre-forte do Tio Patinhas é roubado! Os responsáveis pelo crime são Bafo de Onça e os Irmãos Metralha, que conseguiram levar a máquina de miniaturização criada pelo Professor Pardal. Para resolver o caso, Mickey e Donald deverão unir forças para perseguir os facínoras. A caçada frenética os levará ao laboratório do gênio e inventor, no meio da selva, passando pelas ruínas de uma cidade antiga e secreta. Na trama, há também a participação dos Sobrinhos de Donald.

13

Na época, o quadrinho foi vendido na França a 15 euros. Deu tão certo que esgotou!

As cores são de Brigitte FindaKly.

A seguir, veja como ficou Uma Misteriosa Melodia ou Como Mickey encontrou Minnie, de autoria do suíço Cosey. Não sei se essa HQ também vem para o Brasil.

Por PH, a partir de informações fornecidas pelo editor francês.

c

 

Sobre o Autor

PH

É ex-locutor do TOP TV da Record e radialista. Também produz a série Caçador de Coleções e coleciona HQs europeias, nacionais e quadrinhos underground

Deixe seu comentário